Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Trabalho, Folga e Cuidados Terapêuticos: A sociabilidade escrava na imperial fazenda Santa Cruz (Ref: 9788555072161)
A memória da Fazenda de Santa Cruz traz imensa carga simbólica por sua magnitude, centralidade econômica e por ter pertencido aos jesuítas, para depois, de forma traumática, passar à propriedade...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 60,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Trabalho, Folga e Cuidados Terapêuticos: A sociabilidade escrava na imperial fazenda Santa Cruz, na segunda metade do século XIX
Júlio Cesar Medeiros da Silva Pereira

A memória da Fazenda de Santa Cruz traz imensa carga simbólica por sua magnitude, centralidade econômica e por ter pertencido aos jesuítas, para depois, de forma traumática, passar à propriedade da Coroa, após a expulsão da ordem.
Documentos, fontes e narrativa escolhidos por Júlio César Medeiros, apresentados neste livro, permitem uma aproximação com o cotidiano desta Fazenda. O leitor saberá como o hospital de escravos da Fazenda passou a ser o ponto central para onde convergiriam as práticas terapêuticas, o cuidado com crianças e idosos e a alimentação não apenas dos enfermos, mas das guarnições de serviço que, por sinal, era cativa. Além disto, verá que a prática do oficio e as folgas ajudavam a compor este quadro de relativa tranqüilidade que distinguia os escravos santa-cruzenses em relação aos demais cativos.
Por entender que a história pode ajudar a compreender o presente, o autor deseja levar o leitor a refletir sobre como as ações de gerência em cargos decisórios e institucionais em áreas como: saúde, educação e moradia afetam profundamente a vida daqueles que são mais vulneráveis à política pública de Estado.
Por estes e outros motivos, o leitor tem em mãos um livro marcante sobre um tema pouco estudado, em que o tripé: trabalho, folga e cuidados terapêuticos se tornaram os sustentáculos de uma sociabilidade escrava, enraizada no passado jesuítico, lutando pela manutenção dos direitos jesuíticos, frente à modernização capitalista, na segunda metade do século XIX.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cms
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-216-1
Páginas: 299
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2016
Texto adicional
Júlio Cesar Medeiros da Silva Pereira