Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Igreja: Vocação para a Desobediência (Ref: 9788568274118)
Igreja: vocação para desobediência pretende lançar luzes sobre as condições históricas e políticas que favoreceram o apoio maciço da cristandade protestante alemã ao nazismo, e a correlação...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 58,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Igreja: Vocação para a Desobediência - Uma Leitura da Declaração de Barmen feita a partir da Teologia de Karl Barth
Julio César Silveira

Igreja: vocação para desobediência pretende lançar luzes sobre as condições históricas e políticas que favoreceram o apoio maciço da cristandade protestante alemã ao nazismo, e a correlação de pressupostos teológicos do cristianismo positivo, a versão nazista do cristianismo, com os do protestantismo liberal. Todavia, o objetivo principal dessa obra não é ser, sobretudo, uma literatura crítica, de denúncia de um passado mal contado, de desconstrução da imagem de ícones, de personagens e de instituições. Certamente essa literatura não pretende passar a falsa impressão de que o protestantismo alemão só deu testemunhos de pusilanimidade e de vilania durante o regime nazista. A Declaração de Barmen, que é objeto de análise desse livro, prova o contrário, assim como o testemunho de não poucos heróis da resistência, como Dietrich Bonhoeffer, que testemunhou com sua vida e com sua morte a lealdade e a radicalidade do seu compromisso com o Evangelho. O objetivo principal desse trabalho é afirmar a centralidade da Palavra de Deus, isto é, do testemunho histórico de Jesus Cristo como chave hermenêutica das Bíblia e como critério, filtro e medida de toda teologia que pretende ser fiel à revelação, ou seja, espírito das Escrituras. E, consequentemente, alertar para as perigosas consequências da relativização desse princípio elementar, de se tomar palavras humanas como divinas ao subordinar a teologia a ideologias. Para essa empreitada nos servimos principalmente da teologia de Karl Barth e auxiliarmente da psicologia analítica de Carl Gustav Jung.
Especificação
Apresentação: Encadernado, capa em papel cartonado, miolo em papel Avena 85g.
Formato: 14 x 21 cms.
Dados técnicos
ISBN: 978-85-6827-411-8
Páginas: 223
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2015
Texto adicional
Julio César Silveira